Sustentabilidade

O descortiçamento do sobreiro é um processo amigo do ambiente, que não envolve o abate de árvores. A casca renova-se para a seguinte extracção.

Ao contrário dos vedantes artificias, a cortiça é um recurso verdadeiramente sustentável, simultaneamente renovável e biodegradável. O sobreiro (Quercus Suber) é uma espécie única, pois a sua casca espessa pode ser extraída de nove em nove anos, retirando-se a cortiça sem danificar as árvores, que podem viver em média 200 anos.

Uma gestão florestal cuidada não só possibilita uma extracção continuada de cortiça, como ajuda a criar condições para a existência de uma variedade de outros produtos provenientes das florestas. Este ciclo permite manter um equilíbrio harmonioso, no qual as comunidades locais conseguem suprir as suas necessidades sem danificar o ecossistema ou ameaçar a sustentabilidade no longo prazo do seu recurso natural mais importante.

O sobreiro é uma árvore de crescimento lento que pode viver até 200 anos e que permite a extracção da cortiça, em média, 16 vezes durante a sua vida. O primeiro descortiçamento só ocorre ao fim de 25 anos, quando o tronco da árvore atinge um perímetro de 60cm.


Developed by Nature


O montado de sobro é um ecossistema único e uma barreira contra a desertificação ambiental e social. Dele extraímos directamente a cortiça, um produto ímpar e 100% natural que tem um contributo directo na sustentabilidade do planeta, nomeadamente através da preservação da biodiversidade e retenção anual de mais de 10 milhões de toneladas de CO2.

Descubra mais em www.amorimcork.com